Você está tendo prejuízos na sua empresa e não sabe o porquê?

Confira aqui 6 possíveis motivos e como você pode contorná-los de maneira eficiente
Homem em frente a um computador para mostrar o trabalho sendo apenas ilustrativa para a matéria de prejuízos financeiros.
Foto de olia danilevich no Pexels

De acordo com um estudo do IBGE, 6 em cada 10 empresas fecham suas portas antes de atingirem 5 anos no mercado. E, muitas das vezes, isto acontece devido ao excesso de prejuízos financeiros desconhecidos, que acabam levando a empresa à falência.

Para compreender e manter a saúde financeira de uma empresa, é de extrema importância que a organização mantenha um controle constante de todas as suas entradas. E também de suas saídas, custos, despesas e, principalmente, do que gera tudo isso, seus processos.

Portanto, confira a seguir 6 possíveis motivos pelos quais sua empresa está tendo prejuízos financeiros e como você pode contornar cada um deles:

1. Falta de registro de entradas e saídas do seu caixa;

2. Desconhecimento da quantidade demandada;

3. Pouca compreensão dos custos e despesas envolvidos na empresa;

4. Atualização pouco frequente do preço de fornecedores;

5. Estoques organizados e controlados de forma inadequada;

6. Falta de padronização no fluxo de produção e nos processos.

1. Falta de registro de entradas e saídas do seu caixa

Como dito anteriormente, registrar todas as entradas e saídas do seu caixa, de forma detalhada e constante, é imprescindível para manter controle da saúde financeira da empresa no respectivo momento e também para realizar projeções futuras. 

Para contornar essa situação, defina um método único. Esse de fácil acesso e com uma boa visibilidade das informações, tal como uma planilha de gestão de fluxo de caixa. Assim, todas as suas informações estejam reunidas em um só local.

Em seguida, designe uma pessoa responsável por fazer o registro. Além disso, defina uma rotina fixa com ela, seja diária e/ou semanal, o que se adaptar melhor ao seu negócio. Não esqueça de informar a todos que recebem alguma receita ou gastam algum valor, para informar a respectiva pessoa, sempre com comprovantes e nota fiscal.

Por último, mas não menos importante, defina uma rotina de acompanhamento e batida de caixa mensal, para verificar que   

Veja mais em: Por que implementar o fluxo de caixa na sua empresa?

2. Desconhecimento da quantidade demandada

Um motivo muito comum que causa prejuízos financeiros em empresas de diversos ramos é a falta de planejamento da produção. Assim, ter um planejamento eficiente e estratégico da sua demanda pode evitar diversos prejuízos causados por:

  • Subprodução – produzir uma quantidade muito menor que a demandada acaba utilizando horas-extras de produção. Normalmente são mais caras que a normal, além de uma necessidade de contratação.
  • Superprodução – além de ter um maior custo de produção, por ter produzido uma quantidade maior de produtos esta impacta diretamente em produtos parados que se tornaram um estoque “eterno”.
  • Sazonalidade nas vendas e falta de controle de vendas – a subprodução e superprodução podem ser causadas pela falta de conhecimento da sazonalidade do mercado de acordo com o seu produto. Ter o conhecimento que seu produto e/ou serviço só vende em determinados períodos do ano. Assim, está sujeito a flutuações de demanda do consumidor é de extrema importância para todo o planejamento do seu negócio.
  • Estoques parados – como consequência da superprodução, estoques parados são causados pela por produtos excessivos e/ou estagnados em prateleiras, de forma que houve um custo de mão-de-obra e matéria prima, inicialmente e esses não chegaram a se pagar por si só.
  • Desperdícios na produção – desperdícios na produção são causados, principalmente, por falta de planejamento, desde a quantidade de compra da matéria-prima, até a quantidade utilizada em cada unidade de produto, muitas vezes sobrando muitos “retalhos” que poderiam ser utilizados melhor.

Para contornar essa falta de planejamento, recomenda-se a realização de uma previsão de demanda de acordo com o comportamento da mesma nos anos anteriores e utilizando o método que mais se adequa à sua situação.

Um bloco de notas correlacionando com o tema da matéria: prejuízos financeiros.

Para saber mais, veja: O guia básico da previsão de demanda

3. Pouca compreensão dos custos e despesas envolvidos na empresa

Você já se deparou com uma situação muito curiosa: muitas vendas e pouco lucro? Se sim, assim como você, muitas empresas também apresentam essa dor e isso ocorre, principalmente, pela falta de compreensão dos custos fixos, variáveis e despesas do seu negócio.

Ou seja, sem a utilização de metodologias eficientes de custeio para a identificação do preço de venda ideal, sua empresa continuará nessa situação desagradável e, possivelmente, causando prejuízos financeiros.

Então, é recomendada a realização de uma análise de custos, contemplando os custos e despesas fixos e variáveis, que além de ter a identificação clara de cada um desses, permite o conhecimento da fonte desses e a quantidade que cada fonte demanda, analisa custos que podem ser diminuídos e define o preço ideal do seu produto e/ou serviço para cobrir e suportar a margem de lucro desejada.

Para saber como realizar um custeio eficiente, confira: Os 5 passos de um custeio eficiente

4. Atualização pouco frequente do preço de fornecedores

Conectado ao motivo anterior, Pouca compreensão dos custos e despesas envolvidos na empresa, por mais que você tenha um bom conhecimento dos seus custos e despesas, se não ocorrer a atualização frequente dos preços de fornecedores e atualizações de tabelas de despesas, de nada adianta.

Em seguida, recomenda-se registrar todos esses em um local de fácil acesso e definir uma rotina quinzenal ou mensal de checagem dos preços que envolvem seu produto, serviço e negócio, para manter a constância da margem de lucro desejada.

Para um controle fácil e eficiente dos seus custos e despesas, baixe nossa planilha de precificação de produtos: Planilha para precificar o preço do seu produto

5. Estoques organizados e controlados de forma inadequada

Manter estoques organizados e controlados de forma eficaz pode ser muito desafiador para qualquer empresa, no entanto, esse tem um grande impacto na receita final da empresa pois, estoque parado equivale à lucro que sua empresa poderia estar ganhando parado.

Além disso, é por meio do estoque que será possível entender o giro de produtos e/ou serviços que sua empresa oferece. Se você não sabe o que entra e sai da sua empresa, você perde controle da previsibilidade nas vendas e no seu planejamento e projeções futuras.

Para este, é indicada realizar uma gestão de estoques para evitar custos desnecessários e  prejuízos financeiros indesejados, auxiliar a previsão da demanda futura evitando problemas de reposição, além da organização eficaz do espaço de estoque, aumentando a produtividade e controle do mesmo.
Confira como a Indústria IMI Interativa aumentou sua produtividade com a gestão de estoques: IMI aumenta em 25% sua produtividade.

6. Falta de padronização no fluxo de produção e nos processos

Meu processo está me causando prejuízos financeiros? Sim! É de extrema importância conhecer profundamente sobre seu fluxo de produção e quais os processos dentro deste. Uma falta de padronização nos processos, pode acarretar na baixa produtividade e alto desperdício do seu negócio.

Ter seus processos mapeados e documentados, é imprescindível para identificar desperdícios de recursos e tempo dos processos, que possibilitam sugestões de melhoria, como por exemplo: trabalhar com os mesmos para reduzir custos.

Ademais, a identificação de gargalos produtivos e padronização de procedimentos viabiliza, por meio de sugestões de cortes e aprimoramento de processos, o aumento e melhoramento da sua capacidade produtiva, além de tornar mais fácil a realização das tarefas e minimizar erros recorrentes.
Para saber como realizar um mapeamento de processos na prática, veja: Padronização de Processos: O guia definitivo

Por que contratar uma consultoria em Mapeamento de Processos?

Como citado anteriormente, o Mapeamento de Processos consiste na identificação, entendimento e organização de processos de uma empresa. Uma consultoria em Mapeamento de Processos permite uma visão externa especializada dos seus processos. Assim como a aplicação de metodologias visando aumentar a produtividade da sua empresa. Caso tenha interesse em obter uma melhoria dos processos da sua empresa e finalmente, conseguir diminuir seus gastos e padronizar seus processos, entre em contato com um consultor especialista da Líder Jr.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.