A importância da capacidade produtiva e Cronoanálise

Tempo é um fator muito importante no processo produtivo
Tempo de leitura: 3 minutos

O conhecimento da capacidade produtiva e cronoanálise são essenciais para que uma empresa tenha metas boas e se mantenha competitiva. Assim, ao atingir essa necessidade, a empresa consegue otimizar seu sistema produtivo, diminuir seus custos e padronizar seu processo produtivo.

Isso porque, uma empresa pode aumentar seu grau de competitividade e conseguir atender sua demanda de forma adequada mediante a descoberta da capacidade produtiva de todos os setores, visto que há uma ligação entre eles.

“De nada adianta uma empresa ter um setor atuando com sucesso se no próximo não se consegue produzir a tempo”.

Capacidade produtiva e cronoanálise – Um gargalo

Esse tal setor que não tem capacidade de acompanhar os demais é geralmente conhecido como setor ou operação gargalo.

De acordo com o livro Fundamentos da Administração da Produção, “uma vez que o gargalo é o componente mais lento do processo, ele fixa o ritmo do sistema – como uma batida de tambor fixa o ritmo da marcha para a banda”.

O gargalo faz com que todo o sistema trabalhe no ritmo dele, nesse sentido, a situação se torna mais problemática ainda, pois uma hora de atraso nesse setor específico significa uma hora de atraso para todo o sistema produtivo.

Portanto, enquanto a produção está em operação, esse recurso não possui tempo ocioso e qualquer problema, seja mecânico ou erro humano, pode diminuir ou até mesmo parar o fluxo de produção, saindo muito caro para sua empresa.

Além disso, nesse setor gargalo haverá o acúmulo de produto, o que vai gerar um estoque intermediário que, por sua vez, resultará em demanda de espaço para alocação, cuidado com tempo útil de vida e etc. Ou seja, custos desnecessários para sua empresa.

Leia também sobre o papel da gestão de estoque

Mas como a cronoanálise ajuda a encontrar a capacidade produtiva?

A Cronoanálise possibilita encontrar a capacidade produtiva, devido ao fato de que, para a implementação da Cronoanálise, é necessário encontrar o tempo padrão de produção.

Esse tempo é obtido após a análise do estudo de tempos e movimentos que os funcionários levam em uma operação, sendo essa etapa fundamental para Cronoanálise.

O estudo de tempos e movimentos tem como objetivo:

  • Determinar o tempo gasto por uma pessoa qualificada e devidamente treinada, trabalhando em ritmo normal, para executar uma operação específica;
  • Desenvolver um sistema produtivo adequado com as análises do objetivo anterior.

Os sete passos para o estudo de tempos e movimentos da Cronoanálise

Segundo Barnes (1997), os sete passos para o estudo de tempos e movimentos são:

  • Obter e registrar as informações sobre a operação e o operador em estudo;
  • Dividir a operação em elementos;
  • Observar e registrar o tempo gasto pelo operador;
  • Determinar o número de ciclos a serem cronometrados;
  • Avaliar o ritmo do operador;
  • Determinar as tolerâncias;
  • Determinar o tempo-padrão para a operação.

Nesse sentido, pode-se dizer que o tempo padrão é o tempo útil que o funcionário gasta para realizar seu trabalho de maneira eficiente e produtiva.

Saiba mais sobre cronoanálise e o orçamento de tempo

Dessa forma, uma empresa com o intuito de aumentar sua capacidade produtiva de adequadamente, deve levar em consideração todos os seus setores.

Também é necessário a redução do tempo padrão nos setores ou operações classificados como mais lentos.

Para isso, é de suma importância o cálculo e a identificação dos gargalos, trazendo muitos benefícios para sua empresa, como:

  • Maior facilidade na determinação de metas da produção;
  • Otimizar seus processos de trabalho;
  • Facilitar a predefinição do custo com mão de obra, o que é indispensável para um bom planejamento financeiro;
  • Produção mais rápida e padronizada.

Exemplo da aplicação da Cronoanálise em uma empresa do ramo agrícola

Uma empresa do ramo agrícola, a fim de se manter competitiva no mercado, busca por ferramentas que melhorem sua performance produtiva, reduzindo desperdícios e custos desnecessários e aumentando a sua produtividade.

Nesse sentido, o objetivo do estudo realizado nessa empresa era definir o tempo padrão da montagem de certo produto através da aplicação da Cronoanálise no setor de suprimento da linha de montagem.

Nesse projeto foram definidos os seguintes objetivos:

  • Realizar um estudo teórico da Cronoanálise e do estudo de tempos e movimentos;
  • Identificar o método de Cronoanálise a ser aplicado;
  • Aplicar o método escolhido;
  • Analisar o tempo-padrão encontrado para a operação;
  • Propor as melhorias e adequações para tornar o processo mais eficiente.

Ademais, a fim de que a ferramenta fosse aplicada de forma eficaz, foi elaborado um fluxograma do processo supracitado, o qual consiste em um mapeamento do processo.

Leia sobre o mapeamento de processos e sua relação com a indústria 4.0

Por fim, realizando esse estudo, verificou-se que se aplicado o novo modelo de alocação das peças, sugerido pelo estudo, haverá uma redução de 94,8% das perdas com movimentação desnecessárias.

Além disso, consequentemente, haverá uma redução de 63,7% no tempo-padrão da montagem do produto.

Para mais informações sobre o estudo, clique aqui.

Para entender mais sobre o processo produtivo da sua empresa, leia: Por que entender o processo produtivo da sua empresa?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.