A importância da inovação para pequenas empresas

Steve Jobs, criador da Apple
Tempo de leitura: 2 minutos

“A inovação é o que distingue um líder de um seguidor”

Steve Jobs

A princípio, a icônica frase do criador de uma das maiores empresas de tecnologia do planeta em poucas palavras deixa mais do que claro o porquê das empresas necessitam sempre estar inovando.

Mas o que é inovação?

A inovação pode alavancar o seu negócio

Entretanto, no meio acadêmico existem diversas definições para inovação, a seguir são apresentados algumas delas:

  • José Carlos Dornelas: a inovação é a criação de um serviço ou produto novo, diferente que passa a ser oferecido para o mercado. É um termo social ou econômico, mais do que técnico. O ato de criar algo novo está relacionado a invenções, ideias geniais que acabam por trazer a luz algo inédito;
  • Peter Drucker: inovação é o ato de atribuir novas capacidades aos recursos (pessoas e processos) existentes na empresa para gerar riqueza;
  • Ernest Gundling: inovação é uma nova ideia implementada com sucesso, que produz resultados econômicos.

Qual a diferença de inovação e de invenção?

Planeje sempre o próximo passo

Geralmente, quando se fala em inovação logo nos vem em mente tecnologia, porém inovação é um conceito econômico que dependente da implementação no mercado, ou seja, só é inovação se o mercado o considera como tal.

A invenção é uma nova ideia. Dessa forma, a inovação é uma invenção que vira sucesso. A inovação é o instrumento dos empreendedores, pois estes querem sempre ir além, procuram descobrir algo novo, procuram a mudança e não se contentam com a mesmice.

Por fim, cabe salientar que Criatividade e Inovação não tem nenhuma ligação comprovada com algum talento nato. Sendo assim, o processo de inovar é uma abordagem sistêmica e gerenciável que pode ser aprendida por qualquer pessoa ou organização. Portanto, inovar é fruto de processo e esforço e muito pouco de acaso.

Leia também sobre os 4 passos para desenvolver um produto de sucesso

Por que inovar?

O processo de se inovar não é impossível, mas necessita de muito esforço e dedicação.

Pensando no trabalho e esforço que a inovação requer, então, por que inovar?

Para então responder essa pergunta de maneira honesta, deve-se inovar simplesmente por uma questão de “sobrevivência“.

Não é atoa que as maiores empresas do Brasil estão investindo pesado em inovação. Assim, todas elas estão de olho nas movimentações do mercado atual, onde grandes empresas perdem mercado e até desaparecem em detrimento de startups de base tecnológica.

A inovação nas empresas

A inovação é uma ferramenta poderosa para manter a sua empresa competitiva a frente dos seus concorrentes. Portanto, tenham os seus concorrentes nascido a menos de dois anos ou empresas tradicionais centenárias.

Outra situação é quando uma empresa “dorme no ponto” e vê seu concorrente diminuindo seu share de mercado. Nesses casos, a inovação surge como uma ferramenta de reação frente a uma ameaça.

Visto que é bem comum ver empresas que enxergam oportunidades em um novo mercado e desenvolvem novos produtos ou serviços inovadores.

Por outro lado, em alguns casos, as organizações montam fábricas de ideias, que podem tomar um formato de equipes de P&D (Pesquisa e Desenvolvimento), Corporate Ventures (fundos de investimentos corporativos), Spin-offs (novas unidades de negócio), e etc.

Inovação para pequenos negócios

Organize-se e planeje-se para inovar com eficiência

Quando falamos em P&D (Pesquisa e Desenvolvimento) e termologias relacionadas pode ser que nos venha em mente grandes corporações que podem investir parte do seu gigante capital nesse setor, mas será que apenas grandes empresas podem inovar?

A resposta é “não”!

As micros e pequenas empresas podem e necessitam ser inovadoras, como no caso de startups, no entanto, mesmo que uma empresa não seja uma startups da tecnologia fica claro que ela também pode desenvolver essa habilidade estratégica. Mas como?

Entender um problema

As dores de uma empresa são problemas latentes ou previsíveis. Em outras palavras, são os motivos pelos quais o cliente potencial precisa do seu produto. Dessa maneira, é importante diferenciar um problema comum de uma dor que traz um impacto significativo para a empresa. É como comparar a dor de cabeça – incômoda, mas administrável – com uma enxaqueca – insuportável e mais difícil de tratar.

Vamos dar um exemplo prático

Uma necessidade de melhoria relacionada à área comercial pode ser o aumento de vendas. Mas por que o volume de vendas está baixo? Pois existem alguns fatores que podem ocasionar isso: falta de geração de leads; muita geração de leads, mas que não convertem em venda; falta de processos e métricas que mostrem o onde está o gargalo. Entenda, de fato, qual é a dor e você saberá o principal desafio que precisa ser resolvido.

Aprender a transformá-lo em oportunidade

Problemas e oportunidades são situações que praticamente caminham juntas, no ambiente empresarial e também fora dele. A partir do momento em que você, enquanto empresário e empreendedor entender isso, estará plenamente preparado para lidar com as mudanças e adversidades impostas pelo mercado competitivo em que as empresas estão inseridas atualmente.

Estruturar uma solução

Dentro desse tópico surgem duas atitudes necessárias:

  • Análise: determinar as causas principais;
  • Plano de ação: conceber um plano para eliminar as causas;

Nesse sentido, a Líder Jr pode ajuda-lo na hora de identificar essas causas, basta deixar o seu contato e agendar um diagnóstico gratuito.

Executá-la e acompanhar os seus resultados

Agora é a hora de por a mão na massa, agir para eliminar as causas. Além disso, é de vital impotência acompanhar os resultados.

Leia mais sobre indicadores: como acompanhar a estratégia da minha empresa

Em suma, no fundo no fundo, todas as empresas estão em busca de uma única coisa. Elas querem inovar para crescer!

E você? Quer começar a inovar com a sua empresa ou ideia?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.