Análise de viabilidade e de mercado: como fazer?

Análise de viabilidade e mercado
Tempo de leitura: 3 minutos

O dia a dia das empresas está sempre envolto em dúvidas sobre qual é o próximo passo a ser dado. Considerando que qualquer empreendimento pode ser derrubado com facilidade – ainda mais com as incertezas econômicas do país – a correta tomada de decisão pode fazer a diferença entre a manutenção da empresa no mercado e a perda de espaço frente aos concorrentes. Perante a isso, a análise de viabilidade e de mercado surge como uma das ferramentas mais utilizadas nas empresas que buscam o sucesso e a perenidade.

Ademais, como forma de estar preparado para as reviravoltas do empreendimento, surge a necessidade de se munir de informações para que qualquer decisão seja tomada com consciência de seus riscos e consequências, evitando a exposição a riscos.

Entretanto, você sabe como utilizá-la da maneira correta?

Do que se trata a Análise de Mercado?

A análise de mercado é um instrumento para compreender a realidade do mercado em que o empreendimento está inserido, ou quer se inserir, para assim tomar decisões efetivas. Simplificando, é uma forma de iluminar o caminho da empresa.

Do mesmo modo, os dados buscados podem incluir características comportamentais, hábitos de consumo, renda, entre outras questões que podem ser interessantes para a empresa.

Ademais, a forma como essas informações são obtidas podem ser feitas pela própria empresa ou coletados por um profissional especializado.

Por que fazer uma Análise de Mercado?

Desse modo, é comum que a pesquisa de mercado seja menosprezada por alguns gestores, uma vez que não creem não haver necessidade de estudar a estratégia de outras empresas e que isso pode tornar a empresa ordinária e pouco inovadora.

Porém, a pesquisa de mercado não se limita aos concorrentes, e deve envolver diversos outros dados.

Assim, conhecer o ambiente no qual seu negócio está inserido, entender quais são seus desafios atuais e do futuro, e descobrir caminhos ainda não explorados é essencial.

Portanto, tudo pode ser obtido através de uma boa pesquisa de mercado. Consequentemente, novas informações podem contribuir para o surgimento de novas ideias e permitir novas perspectivas.

Benefícios de uma Análise de Mercado

Assim, se bem feita, a análise de mercado poderá auxiliar na análise de viabilidade de um empreendimento, melhor conhecimento do mercado e otimização dos processos internos. Afinal, no longo prazo, você estará à frente das tendências, e será capaz de fidelizar mais clientes.

Para tal, listamos primeiramente dois pontos cruciais dos benefícios de um estudo do mercado.

1. Conhecer seu público

Antes de mais nada, com dados mais específicos de seu público-alvo será possível construir personas, uma construção semifictícia do seu cliente ideal. Dessa forma, obtendo essas informações você poderá testar novas campanhas de produtos ou serviços que melhor atendem seu cliente.

2. Compreender a postura de seus concorrentes

As empresas que atuam no mesmo setor que a sua são fontes valiosas de informações, aliás elas vivenciam experiências semelhantes às suas. Assim, a partir de uma coleta de insights, você poderá elaborar estratégias mais competitivas e atuar em novos segmentos que ainda não são explorados.

As etapas de uma Análise de Mercado

Análise de viabilidade e de mercado

Os principais passos para realizar uma pesquisa de mercado são:      

  1. Definição de objetivo

Pense em qual problema você quer solucionar e entenda suas variáveis, para aí poder dar um foco na sua pesquisa. Quais suas metas no pequeno e médio prazo?

  • Definição de público-alvo

De quem você quer obter dados? Dos fornecedores? Concorrentes? Clientes? Se sim, todos eles?  Qual a amostra?

  • Elaboração do roteiro e instrumentos

Formulação das perguntas, que vem ser diretas e simples. Tente pensar como quem vai respondê-la e como obter informações mais fidedignas.

  • Aplicação do questionário e análise dos resultados

É importante executá-la de forma correta, e muitas vezes com auxílio de pessoal especializado.

Ao analisar os dados, é importante filtrá-los de acordo com seu interesse e construir um panorama geral.

Hoje, especialmente com as ferramentas digitais, é muito fácil geral uma grande quantidade de informações. Porém, elas por si só não resolvem nada.

É importante gerenciá-las e não gerar um caos que poderia leva-lo a tomar decisões precipitadas. A escolha dos dados que serão obtidos é fundamental, e deve condizer com o seu objetivo.

Análise de Viabilidade: qual material escolher para um novo produto?

A oferta mundial de produtos vista hoje nunca foi tão grande. Philip Kotler, autor renomado no marketing, afirma que as empresas que não conseguirem gerar inovação terão seus portfólios de produtos e serviços em risco.

O sucesso de um produto está atrelado à sua capacidade de suprir uma necessidade do mercado, e quando parece que não há mais nada para ser criado, é preciso fugir para outras opções de inovação, como design e durabilidade, características intrínsecas ao material de qual o produto é feito.

Etapas da Análise de Viabilidade

Ao cogitar lançar um novo produto, é necessário escolher o material adequado para essa aplicação.

1. Triagem de materiais na Análise de Viabilidade

O primeiro passo é fazer uma triagem dos materiais que se adequem aos esforços exigidos, sendo viável realizar uma seleção de materiais para garantir a melhor escolha do material.

Ao mesmo tempo, um projeto de seleção de materiais não se limita à parte de engenharia, sendo que a pesquisa de mercado também pode ser um diferencial interessante nessa etapa. No processo de idealização de um produto, é necessário fazer uma análise de viabilidade perante ao que já se encontra no mercado.

Conheça 5 grandes empresas em que a Engenharia de Materiais fez a diferença aqui!

Se a ideia é lançar um produto diferenciado, será essencial analisar como os concorrentes constroem seus modelos, para então verificar quais são as possibilidades de materiais disponíveis que têm uma vantagem competitiva sobre os produtos já disponíveis.

2. Estudo de mercado

Também é necessário realizar um estudo de mercado focando nos fornecedores, pois seu produto só conseguirá ser lucrativo se a logística de produção for eficaz.

Posteriormente, após escolher o material que atenda às necessidades mecânicas para a aplicação e que seja diferenciado dos concorrentes, é preciso conferir se há a oferta no mercado e se os custos com a produção se encaixarão no orçamento.

Assim também, quando se pensa em um estudo de viabilidade e uma análise de mercado, seja para a inserção de um novo produto ou de um serviço, é importante contar com uma consultoria especializada para seguir todos os passos corretamente e maximizar os resultados.

Pensando nisso, a Líder Jr. e a Materiais Jr uniram seus conhecimentos para poder oferecer o melhor da consultoria em Engenharia de Produção e de Materiais.

Não deixe de acessar nossos conteúdos para conhecer mais sobre nossos serviços e conversar com nossos consultores!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.