Entendendo a gestão de estoque na minha empresa

Gestão de Estoque
O que você precisa saber sobre gestão de estoque para aplicar a sua empresa
Tempo de leitura: 2 minutos

Como identifico se preciso gerenciar meu estoque?

Problemas para mensurar a entrada e saída de produtos em sua empresa? Obsolescência de produtos? Dificuldade para visualizar os produtos armazenados? Estoque muito grande?

Seus produtos estragam/depreciam e você não consegue controlar? Seu investimento em produtos é muito alto e você não vê retorno? Se a resposta para todas essas perguntas foi sim, você precisa, portanto, dar uma atenção especial para a gestão do que é armazenado e para seus processos produtivos! A gestão de estoques é uma das praticas para reduzir os custos nas empresas

Muitas empresas ignoram a gestão de estoque por simplesmente desconhecer os princípios básicos de uma boa administração. A falta de atenção a gestão de estoque é um erro muito grave que pode comprometer a estrutura do negócio. Afinal, o controle de estoque é um dos pilares que garante a eficiência empresarial e reduz custos e perdas.

Para entender melhor a importância da gestão de estoque precisamos primeiramente entender:

O que é Gestão de Estoques?

A ideia é basicamente monitorar os produtos armazenados para garantir que as demandas sejam atendidas sem haver excessos e prejuízos, ou seja, administrar os recursos materiais da sua empresa.

Esse controle de gestão de estoque é essencial para que a empresa verifique o movimento de entrada e saída das mercadorias, possíveis desvios de produtos e seu lucro mensal. Além disso, a falta de uma boa gestão de estoque pode prejudicar os investimentos da empresa, já que assim, a empresa pode realizar compras sem análise, gerar obsolescência dos produtos e criar um estoque muito grande sem necessidade, podendo até causar a depreciação dos produtos.

Com uma boa gestão de estoque a organização como uma das praticas para reduzir os custos nas empresas, você poderá ter o controle do capital necessário para ser investido, evitando que se acumule produtos que não possuem muita demanda e que o estoque ocioso não deprecie e/ou estrague. Será possível também reconhecer quais são os produtos mais lucrativos e mais procurados pelo cliente, assim a empresa poderá saber qual fornecedor possui o melhor custo benefício para atender a demanda desses produtos.

Pilares para um boa gestão de estoque

Previsão de demanda

Para isso, a empresa precisa conter uma análise da demanda dos produtos, este é um importante parâmetro, pois permite a previsão do futuro e possibilita o planejamento de ações de acordo com o cenário imaginado.

Leia também sobre previsão de demanda

Estoque mínimo e ressuprimento

É necessário que a empresa tenha um nível de estoque que permita a variedade de peças do produto a fim de oferecer opções de escolha ao cliente. Entretanto, esse nível de estoque tem que ser equilibrado constantemente para que não haja obsolescência das peças.

Para isso, a empresa precisa ter uma gestão adequada dos fluxos de entrada e saída, assim será possível prever necessidades de compras, reduzir perdas por vencimento/depreciação dos produtos e obter condições de negociação melhores com fornecedores.

Leia também sobre como a falta de estoque gera perda de clientes

Ferramentas de controle de estoque

Desse modo, a utilização de ferramentas de controle de estoque pode proporcionar uma visualização dos produtos e processos produtivos de forma individual. Assim, as decisões ficam mais sustentadas e consequentemente há a diminuição da necessidade de capital de giro. Consequentemente, deixa de ser investida em custos com armazenamento de produtos e compras de lotes desnecessários e passa a estar disponível para investimentos em ações que atraiam novos clientes.

A seguir estão listadas algumas ferramentas que podem ser usadas para o auxílio da gestão de estoque:

  • Modelo de controle de estoque: pode ser uma planilha e nela deverá conter o registro (caraterísticas, quantidades, preço e volume armazenado) de todos os produtos da empresa.
  • Planilha de entrada e saída de materiais: registro de todo o fluxo de entrada (compra) e saída (venda) dos produtos, não se esquecer de computar os itens dados como perdidos.
  • Sistema online de estoque: é uma forma automatizada de registrar os itens em estoque, já que alimentar diferentes planilhas ou fichas de cadastro de produtos manualmente é um trabalho bem árduo e que exige muita atenção, Além disso, o sistema online de estoque fornece relatórios que podem ser analisados e usados como estratégia dentro da empresa.

Saiba como organizar sua empresa com o método 5S

Como melhorar seu estoque

A quantidade de produtos armazenados deve estar em equilíbrio. Nesse sentido, o controle permite a otimização desse processo pela análise da rotatividade das mercadorias e possibilidades de venda.

Margem de perdas e danos

Em certos momentos, ocorrerão perdas, em alguns casos, pode-se ter até uma perda na compra e na venda, que é o caso dos itens com validade vencida ou produtos com defeito. Por conta dessa problemática, é de extrema importância que se estabeleça um limite de perdas e danos. Além disso, a empresa deve sempre buscar se manter dentro dessa meta estabelecida.

Saiba mais sobre metas estratégicas para a sua empresa

Custos de armazenamento

O controle de armazenagem em pequenas e médias empresas contém custos em relação ao espaço utilizado, equipe direcionada à atividade, sistemas de gerenciamento adotados, perdas e danos nos processos produtivos. Por isso, deve-se avaliar o custo e buscar elevar a eficiência do armazenamento.

Saiba mais sobre controle financeiro!

Promoção de produtos parados

Ademais, os itens sem giro devem seguir uma estratégia específica para evitar que fiquem encalhados e ocupando espaço. Logo, o ideal é oferecer descontos ou promoções para vendê-los mais baratos e fazê-los deixar de ser armazenados. Portanto, evitando acúmulos desnecessários de produtos e aumento nos custos de armazenamento.

Nesse sentido, o controle rígido das entradas e saídas de produtos, a definição de datas para a compra e a atenção na hora de calcular os custos juntamente com os pilares do bom gerenciamento (previsão de demanda, estoque mínimo e ressuprimento e o uso de ferramentas de controle de estoque) são formas de conseguir cumprir as metas estabelecidas para o bom e esperado estoque dos sonhos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.