Quais ganhos um bom layout pode oferecer à minha empresa?

Significado de Layout

O layout é a forma pela qual os recursos que ocupam espaço estão dispostos dentro de uma instalação. A escolha do layout da empresa correto é essencial, pois proporciona um fluxo de comunicação entre as atividades de maneira mais eficiente e eficaz. Dessa forma garantir a otimização do espaço físico disponível é possível.

layout minha empresa
Tempo de Leitura: 3 minutos

Como o layout da empresa pode me prejudicar?

triste com o layout minha empresa

Primeiramente, o layout da empresa determina a maneira e a ordem pela qual os recursos da empresa vão ser utilizados. Sendo assim, sua escolha possui alto impacto em fatores como: tempo de produção, fluxo de materiais, filas de processos etc.

Sendo assim, dentre os principais problemas gerados por sua má escolha, podemos destacar longos tempos de processos, operações inflexíveis, altos custos, menor seguança, e por fim, fluxos imprevisíveis.

 Por isso, é importante se atentar a escolha de um layout da empresa que favoreça seu objetivo produtivo. A realização de uma consultoria de rearranjo de layout é uma ótima saída caso sua empresa encontre um ou mais dos problemas citados.

Como a escolha do layout da empresa pode me beneficiar?

Os seguintes tópicos foram separados para exemplificar as vantagens recebidas pelo alinhamento de um bom arranjo físico com as estratégias da empresa.

Melhoria da utilização do espaço:

  • – Uso adequado do espaço permite minimizar o espaço utilizado;
  • – Distanciar células de trabalhadores de locais barulhentos aumenta o conforto dos funcionários.;
  • – Maior organização e controle da cadeia produtiva.

Clareza do fluxo:

  • – Todo o fluxo de materiais fica evidente para os funcionários;
  • – Maior facilidade de flexibilizar processos;
  • – Percepção de gargalos produtivos.

Maior segurança:

  • – Operações perigosas recebem um acesso restrito;
  • – Presença de saídas de emergência bem sinalizadas e de acesso livre;
  • – Sinalização de circulação de maquinários e funcionários.

Diminuição das movimentações:

  • – Redução do tempo gasto pelos funcionários com deslocamentos.
  • – Minimização das distâncias percorridas pelos recursos transformados.
  • – Maior eficiência no uso de recursos.

Facilidade de coordenação:

  • – Supervisão e comunicação facilitadas pelo encurtamento das distâncias dos funcionários e dispositivos de comunicação.

Quando é necessária a realização de um rearranjo de layout?

Além dos pontos citados acima sobre quando um layout está prejudicando sua empresa, outras ações também requerem a sua mudança.

Desse modo, muitas vezes, quando uma empresa está se dando bem no mercado, é comum a busca por uma diversificação produtiva. Por exemplo, temos a adição de novos produtos ao catálogo ou a montagem de novos espaços produtivos. Sendo assim, é essencial em momentos como estes, verificar se o layout atual da empresa está apto para essa mudança ou se vão ser necessárias adaptações.

Por isso, esta análise precipitada permite uma maior garantia de sucesso na mudança desejada, além de prevenir possíveis gastos posteriores após a instalação de novos equipamentos.

A análise da distribuição física é necessária quando temos:

  • – Mudança na estratégia competitiva da operação;
  • – Mudança relevante na forma de realização de procedimentos ou de fluxos físicos;
  • – Recursos que consomem grande quantidade de espaço são adicionados/retirados/movidos;
  • – Presença de acidentes de trabalho;
  • – Ocorrência de colisões entre funcionários e/ou máquinas/móveis etc.

Quais são os principais tipos de layout da empresa

layout minha empresa

Em seguida, vocês conheceram os layouts mais utilizados e suas características. É possível dessa forma já ter uma ideia se sua empresa está bem alocada com o layout que melhor lhe beneficia.

Posicional:

Sobretudo, esse layout é caracterizado pelo fato de o material permanecer parado. Nesse modelo, os operadores, equipamentos e outros produtos se movimentam em volta do material.
Primeiramente, algumas vantagens desse layout são a redução da movimentação do material, oferecimento de maior flexibilidade e adaptação de  mudanças do produto e do volume de produção.
Porém, algumas limitações são uma maior movimentação de operadores e equipamentos, necessidade de maior supervisão, necessidade de operadores mais capacitados e um aumento do espaço de trabalho.
Por fim alguns exemplos são a construção civil, máquinas de grande porte, restaurantes convencionais e aviões.

Por Processo ou Funcional:

Ademais, no layout funcional todas as operações com processos semelhantes são agrupadas, beneficiando a utilização de recursos transformadores.

As vantagens são uma melhor utilização das máquinas, maior flexibilidade em equipamentos e operadores e a supervisão especializada. Porém, temos como limitações que o layout prolonga linhas de produção, a diminuição dos volumes de produção, maiores custos unitários e a dificuldade de controle da produção. Por fim, como exemplos de uso temos os supermercados, as lojas de departamento, os hospitais e as bibliotecas.

Por Produto ou Em Linha:

Para o processamento de grandes volumes com sequência similar ou um menor número de produtos com altíssimo volume é o layout em linha. Nele os constituintes do produto passam por uma sequência pré-estabelecida de processos, aumentando a eficiência, mas descartando a flexibilidade.

As vantagens são o menor manuseio de material, operadores podem ser menos capacitados e fácil controle da produção. Ademais, temos como limitações a presença de gargalos quando uma única máquina é danificada, a necessidade de investimentos maiores, flexibilidade quase inexistente. Por fim, alguns exemplos de uso são na montagem de automóveis, nos restaurantes self-service e na fabricação de sapatos.

Celular:

Por fim, o layout celular consiste no agrupamento dos recursos de transformação em diferentes unidades, as chamadas células. Dentro destas células estarão todo os equipamentos e funcionários necessários para a realização das demandas de processamento. O layout celular proporciona maior utilização das máquinas e cria fluxos de linhas suaves e com menores distâncias percorridas. Porém, requer operadores mais hábeis, diminui a possibilidade de utilizações especiais dos equipamentos e requer a presença de um supervisor.Por fim, temos como exemplo de uso fábricas de roupa divididas em células por modelos (camisa social, calça social, polos etc.).

 Não podemos esquecer que estes são apenas os tipos mais gerais de layouts da empresa. É sempre essencial saber como adaptá-los à realidade de sua empresa, como uma modificação ou uma mescla de dois ou mais tipos de layouts. Dessa maneira somos capazes de otimizar ao máximo a utilização dos espaços e recursos disponíveis na empresa.

Conclusão

Além de compreender o propósito e as principais características dos produtos da empresa, é importante realizar análises e consultorias para verificar o quão otimizado está o espaço físico. Em adição a toda a leitura, caso encontre dificuldades em analisar seus processos produtivos, aproveite para ler nossas matérias sobre mapeamento de processos e sua importância na operação produtiva.

Nessa leitura, foram passadas características de todos os tipos de layout básicos. Por isso, acreditamos que através destas informações seja possível identificar as vantagens obtidas por cada um deles, auxiliando na escolha daquele que se adequaria melhor ao seu negócio.

Por fim, caso ainda tenham restado dúvidas, vamos deixar algumas matérias que também falam sobre layout para leitura:

O layout certo para alavancar o meu negócio!

Como o layout da minha empresa pode aumentar as vendas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.