Porque ter um Plano de Negócios para criar um e-commerce?

O comércio virtual, ou e-commerce, tem chamado atenção de muitos empresários por conta do crescente número de compradores online. Assim, por ser de amplo e fácil acesso, a internet tem se tornado um meio interessante quando o assunto são vendas. Portanto, vamos apresentar o que é o plano de negócios e sua importância para o e-commerce.

Ainda que seja mais fácil abrir um comércio virtual do que um físico, por conta da menor quantidade de burocracia, é necessário se atentar ao plano de negócios, pois é este que garantirá o sucesso do empreendimento. Portanto, vamos entender melhor o que é o plano de negócios e como ele terá importância no desenvolvimento de seu e-commerce.

Deseja iniciar um plano de negócios?

O que é um plano de negócios?

O plano de negócios e sua importância para o e-commerce
Tempo de leitura: 3 minutos

A princípio, um plano de negócios constitui na descrição dos objetivos que se pretende alcançar ao abrir uma empresa. Nele, são analisados os pontos que devem ser desenvolvidos para alcançar o sucesso do negócio e os pontos que precisam de atenção a fim de determinar a viabilidade e diminuir riscos e incertezas.

Já os objetivos são traçados a partir de um estudo profundo da empresa, que analisa as principais atividades do negócio e as metas a curto e longo prazo. Enquanto se estabelece os objetivos, é essencial que a forma de execução também seja elaborada, para deixar claro o passo-a-passo que deve ser seguido.

Além de determinar os objetivos, o plano de negócios permite que o empresário tenha uma ampla visão do mercado no qual irá se inserir. Desse modo, são fornecidas informações como: produtos e serviços de maior aderência, perfil do cliente, fornecedores e concorrentes; para que assim sejam definidas estratégias de mercado.

Agora que sabemos um pouco melhor no que se consiste um plano de negócios, vamos analisar sua importância no e-commerce.

Alavanque o seu negócio definindo metas a serem atingidas.

Por que o e-commerce precisa de um Plano de Negócios?

Inegavelmente, montar um comércio virtual é menos complexo que abrir uma loja física, visto a menor necessidade de investimento, documentos e autorizações. No entanto, essa maior facilidade em abrir um comércio eletrônico não implica na menor complexidade de seu planejamento.

Pelo contrário, o plano de negócios para o e-commerce pode alavancar as vendas e promover um rápido crescimento, se feito de maneira correta, já que o comércio eletrônico é mais passível de mudanças e portanto de melhorias.

O plano de negócios é essencial no e-commerce pois, permite por meio de um estudo aprofundado da empresa e de seu mercado, traçar um caminho que deve ser seguido e quais as estratégias mais adequadas para o negócio. Isto é, ao determinar o foco do negócio e as demandas do mercado, por exemplo, fica mais fácil visualizar de qual forma as operações de venda serão moldadas.

Desse modo, fica evidente que o plano de negócios não pode faltar na hora de abrir um e-commerce.

Entendendo seu negócio

Para que esse serviço seja o mais completo possível, todas as perguntas abaixo também devem ser respondidas, a fim de permitir que o empresário tenha uma ampla visão do ambiente em que seu negócio se situa. Veja as principais perguntas:

  1. Em qual setor a empresa atuará?
  2. Qual plataforma será utilizada?
  3. Quais os principais produtos/serviços oferecidos pela empresa?
  4. Qual o público-alvo do negócio?
  5. Que tipo de divulgação será utilizada?
  6. Quem são os principais concorrentes da empresa?
  7. Quem são os principais fornecedores?
  8. De quanto será o custo médio com as despesas?
  9. Qual valor se pretende alcançar com as vendas?
  10. De quanto será o investimento inicial da empresa?

A seguir, vamos nos aprofundar em como responder alguma das perguntas acima e como essas respostas deixarão mais claro o caminho a ser seguido para alcançar o sucesso de seu negócio:

Saiba também como precificar seus novos produtos.

Quais etapas do Plano de Negócios trazem um diferencial para seu e-commerce?

1. Qual plataforma será utilizada?

Se compararmos o e-commerce com o comércio físico, a plataforma utilizada equivale ao endereço de uma loja física. Isto é, a plataforma representa o local por onde os clientes  chegam e conhecem os produtos.

A escolha desta é um dos passos determinantes para a captação de clientes, pois ela se torna um diferencial se analisarmos as funcionalidades que a plataforma pode apresentar, tais como facilitar as formas de pagamento, suporte online ao cliente, previsão do preço do frete, entre outros.

É importante também se atentar a outros fatores, tais como design da plataforma e tempo de carregamento da página. Por mais que pareçam triviais, estes são pontos muitas vezes são decisivos para a permanência do cliente na página e portanto, para a realização da compra.

As características que cada plataforma apresenta são indicadas para diferentes tipos de negócios, por isso é necessária uma avaliação minuciosa, que geralmente é feita por profissionais.

2. Qual o público-alvo do negócio?

Para que se venda um produto, é necessário saber o tipo de cliente que pode se interessar por ele. É preciso definir uma série de características desses consumidores, para assim traçar o perfil dos clientes e portanto, definir o modo com o qual serão feitas as abordagens e toda a estratégia de vendas.

Leia também: 4 estratégias de marketing para alavancar seu negócio

Então, as características dos clientes que devem ser determinadas são: gênero, idade, poder aquisitivo, estilo de vida, cidade/ estado, gostos, preferências, além de muitas outras. Essas características não devem ser determinadas sem uma base de dados concretas, e assim, recomenda-se que essa etapa seja feita por profissionais.

O plano de negócios é essencial para uma boa estratégio do e-commerce

Logo após definido o perfil dos clientes, o Marketing entra em ação. Essa etapa de estruturação das estratégias de marketing consistem em estabelecer um nome, identidade visual, logo e tudo que possa ser associado à marca.

Tenha uma boa estratégia de marketing no seu e-commerce

Dessa forma, o marketing atua também por meio de parcerias, redes sociais, relacionamento próximo com cliente, cupons de desconto, e muitos outros métodos. Cabe então ao negócio saber qual método melhor se adapta ao produto e ao público-alvo. Assim, tal decisão pode, novamente, ser feita com auxílio de dados estatísticos apresentados por profissionais.

Agora que você entendeu a importância do Plano de Negócios para seu e-commerce, que tal aprender mais sobre como fazer um.

Quer potencializar seu e-commerce? Faça um diagnóstico online.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.