O guia básico da previsão de demanda

Previsão da demanda é uma estratégia que alavanca o seu negócio
Tempo de leitura: 2 minutos

Previsão de Demanda

O processo de busca de informações em relação ao valor de vendas futuras de um item ou de um conjunto de itens é definido como previsão de demanda, o qual funciona como um prognóstico do que vai acontecer e impacta fortemente a área produtiva da organização para ter você no controle do seu negócio. Nesse sentido, a previsão de demanda deve fornecer informações referentes à qualidade e a localização dos produtos futuros.

Dessa maneira, independentemente do modelo de produção, a previsão de demanda é essencial para utilizar a capacidade organizacional e os processos produtivos com eficácia. Desse modo, pode diminuir o tempo de reação dos clientes, diminuir o armazenamento excessivo de estoques e, consequentemente, evitar perdas e custos de maneira geral nos processos produtivos para ter você no controle da situação.

Leia mais sobre como precificar corretamente os produtos da empresa

Existe um método perfeito para a Previsão de Demanda?

Ademais, é importante salientar que os dados obtidos são possíveis resultados próximos à realidade, já que relata tendências oscilatórias do mercado. Então, deve-se saber interpretá-los como uma orientação e instituir reavaliações constantes da previsão de demanda para respostas mais assertivas. Também, tenha metas para te ajudar a acompanhar a estratégia e a eficácia dos processos produtivos e ter você no controle.

Diante disso, vale acentuar que, mais importante do que a busca por métodos impecáveis para a previsão de demanda, é o estabelecimento de hábitos de revisão de suas precisões. Logo, tendo em vista o controle e a correção de suas repercussões numa organização que busca estar o mais próximo possível do excelente.

Entenda um pouco mais sobre o papel da gestão de estoque na sua empresa

Quem pode realizar a Previsão de Demanda?

Em primeiro lugar, é necessário destacar que cada organização apresenta suas necessidades e objetivos particulares. Portanto, as técnicas de previsão de demanda dependem do modelo organizacional em questão.

De forma geral, os encarregados dessa tarefa são os responsáveis pelos setores de marketing, vendas, finanças e produção de forma colaborativa, atuando em conjunto. Sendo assim, esses podem contribuir com o conhecimento de históricos da empresa, cujo uso é essencial para prever demandas e estoques futuros, além disso, examinar possibilidades de expansão e ter metas para acompanhar os resultados e, assim, você esteja no controle.

Não obstante, empresas menores são tão capazes de realizar previsão de demanda, quanto outras maiores para o processo visto que há o hábito de gerenciamento mais centralizado dessa, com apoio de dados e insights.

Saiba como ser eficiente no planejamento financeiro da sua empresa

Tempo, custo e qualidade são os 3 pilares principais

As vantagens da Previsão de Demanda

Assim, a previsão de demanda ajuda as empresas a se prepararem além do período atual. Sem ela, o negócio assume riscos de produzir bens que podem não ser absorvidos pelo mercado. Além disso, mantém dinheiro parado, custosos para manter e administrar nos processos produtivos e não conseguir manter você no controle.

Por conseguinte, isso permite que as organizações sejam mais eficientes ao alocar em seus recursos (planejamento de estoques), obtenham vantagens competitivas e avaliem seu próprio desempenho. Portanto, a seguir estão listadas algumas vantagens:

Quer obter esses benefícios com uma Previsão de Demanda?

Como eu calculo o quanto irei vender?

Antes de tudo, você deve ter em mente que tem que seguir 5 etapas:

  • Identificar o objetivo da previsão de demanda;
  • Definir o horizonte temporal;
  • Selecionar a abordagem e os métodos de previsão;
  • Realizar a previsão de demanda;
  • Monitorar, interpretar e atualizar a previsão de demanda.

Dessa forma, você deve identificar o produto ou serviço que atua como foco da sua previsão de demanda, pois este dará a direção a toda a pesquisa. Em seguida, é imprescindível a demarcação do tempo para que o método seja bem examinado e tenha metas para acompanhá-lo.

Leia sobre os 4 passos para desenvolver um produto de sucesso

Uma vez que os objetivos foram traçados e o tempo determinado, para iniciar a previsão de demanda, é necessário analisar seus dados avaliar qual a abordagem mais apropriada para o seu negócio. Por isso, é importante ter em base a análise do histórico de dados e de seu comportamento, pode ser quantitativa casual ou qualitativa.

Abordagem Quantitativa Casual – Tratamento Estatístico: 

Inicialmente, essa abordagem é comumente utilizada para a previsão de médio prazo. Assim, torna-se um método menos subjetivo pela utilização de dados de histórico da demanda, que permitem identificar padrões e possuem alta confiabilidade de projeção.

Caso você tenha uma base de dados, a quantitativa casual será sua abordagem pois. Logo, você terá uma margem de erros muito menor em relação à dados numéricos. Por outro lado, caso não haja uma base de dados, partimos então para a qualitativa.

Exemplos:

  • Médias móveis (médias dos períodos antecedentes);
  • Suavização exponencial (observações mais recentes obtém maior peso nas médias);
  • ARIMA- Autoregressive Integrated Moving Avarage (combinação linear dos erros);
  • Regressão Simples ou Múltipla (relacionamento de variáveis);
  • ARIMAX (melhoramento do ARIMA com outras variáveis);

Abordagem Qualitativa- Tratamento de Pesquisa 

Assim, essa metodologia se baseia na opinião e experiência de pessoas que possam expressar seus julgamentos sobre eventos de interesse (predição).

Destarte, o público-alvo é designado a projetar suas intenções a um produto, geralmente para um curto período de tempo, com menos precisão. Então você conseguirá analisar movimento do comércio, futuras condições econômicas e políticas do seu negócio por meio de uma pesquisa de mercado ou pesquisa da equipe de vendas.

Exemplos:

  • Método Delphi;
  • Pesquisa de Vendas (contato contínuo com o cliente);
  • Júri de executivos (média da opinião de executivos de várias áreas);
  • Pesquisa de Clientes;
  • Simulação.
Esquema simplificado demonstrando como se processa o método Delphi.

À vista do exposto, se a quantitativa casual for a melhor, você terá uma margem de erros muito menor em relação à dados numéricos. Posteriormente, é analisado os fatores causais citados como variáveis econômicas e políticas.

Por fim, após a coleta de dados, é aplicada a apuração das informações obtidas e das já existentes. Logo, realiza-se a previsão de demanda propriamente dita, o monitoramento com metas e atualização constantes da previsão de demanda utilizada. Fique você no controle do sucesso do seu negócio!

Veja também algumas Técnicas de Previsão de Demanda aplicadas a um estudo de caso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.