Tipos de estoque: o controle essencial para o meu negócio

Você conhece os tipos de estoque?

Provavelmente você já se deparou com uma desorganização do estoque de produtos, sendo eles acabados ou semiacabados, é sempre uma grande dificuldade de entender onde fica cada item.

Desse modo, esse problema acaba prejudicando a produtividade de qualquer empresa, e, consequentemente, os lucros!

Hoje, não apenas os investimentos em vendas e marketing são essenciais, embora também sejam muito importantes.

Assim, Se você não possui um estoque que não garanta uma boa previsibilidade de produtos para seu cliente, você estará gerando uma quebra de expectativa que pode ser muito prejudicial para seu relacionamento com os clientes.

Se você possui dificuldades de gestão de estoques, marque um diagnóstico gratuito com a Líder Jr.

Dessa forma, entender os tipos de gestão de estoque e saber qual faz mais sentido para o seu negócio são coisas muito importantes para melhorar o desempenho logístico das empresas.

Porém, muitos gerentes ainda têm dificuldades de adequar sua gestão às práticas de gerir estoque e identificar, entre os tipos de estoque, aquele que melhor se adapta às necessidades de cada organização.

Logo, pode-se entender que gerir os estoques da maneira correta é uma prática que garante melhores resultados para qualquer organização.

Para isso, vamos entender melhor quais são 8 principais tipos de gestão de estoque para indústria e varejo.

Os 4 principais tipos de estoque para indústrias

1. Estoque de segurança

O estoque de segurança é viabilizado pela necessidade das industrias de garantir que, em meio às incertezas com fornecedor, de alguma falha no processo ou até mesmo diante das oscilações de demanda do mercado, seu negócio esteja preparado para oferecer seu produto.

Portanto, mesmo com falhas não previstas ao longo do tempo, a indústria pode estar segura de que estará entregando ao seu cliente um produto garantido pelo bom planejamento com seu estoque.

Quando falamos de previsão de demanda, temos um fator de extrema importância não só para o estoque mas para o planejamento de vendas.

Leia mais em: o guia básico de previsão de demanda.

Benefícios desse tipo de estoque:
  • O consumidor não é prejudicado durante o tempo de negociação e do transporte até a chegada das novas mercadorias;
  • Diminui-se o risco de perde de vendas;
  • Planejamento e entendimento do estoque e dos processos produtivos;
  • Aumento da satisfação dos clientes;
  • Redução de gastos com armazenagem.

2. Estoque de fluxo

Inicialmente, com um cenário de baixas incertezas no mercado, nos processos e no fornecimento, ainda temos uma cadeia de suprimentos para gerenciar.

Portanto, precisamos garantir que o tempo de reposição dos produtos seja o menor possível sem que os gastos com o estoque aumentem.

Assim, o tempo entre o pedido e o recebimento de novos produtos deve ser bem controlado e documentado

Isso porque, diante de sazonalidades, seja possível planejar uma entrada de produtos de acordo com a saída do estoque.

Benefícios desse tipo de estoque:

3. Estoque de ciclo

O relacionamento das empresas com seus fornecedores é um fator imprescindível no planejamento de qualquer estoque.

Dessa forma, sabe-se que muitas vezes podemos economizar na compra de produtos por meio da compra em lotes.

Dessa maneira, os ganhos por produtos nesse modelo de compra fazem com que seja mais atrativo para as empresas independentemente da previsibilidade de vendas ou de tempo de reposição do estoque.

Logo, temos aí um novo estoque, determinado pelo tamanho do lote ou o estoque de ciclo.

Benefícios desse tipo de estoque:
  • Reduz custos logísticos como de transporte, de produtos ou outros custos indiretos, por exemplo;
  • Permitirem que os itens em estoque circulem internamente;
  • Supre totalmente a demanda e manter o desempenho econômico do negócio.

Faça o download gratuito: como realizar um mapeamento de processos na minha empresa.

4. Estoque sazonal

Diante de alguns eventos e períodos específicos, podemos nos deparar com situações nas quais a nossa demanda de alguns produtos aumenta consideravelmente.

Assim, é preciso estar preparado para atender ao público com segurança e qualidade.

Por esse motivo, é necessário que a indústria esteja preparada com um estoque temporário, ou uma realocação na curva abc dentro do estoque, para atender a todos os pedidos nesse período com demanda elevada.

Como exemplo podemos citar a maior taxa de ocupação de hotéis em época de alta temporada, tendo assim que aumentar seus serviços para atender a todos os clientes.

Benefícios desse tipo de estoque:
  • Principal função: estabilizar a capacidade produtiva de forma sustentável

Os 4 principais tipos de estoque para varejo

1. Estoque regulador

O estoque regulador é bastante presente nesse setor visto que ajuda controlar as incertezas na variação da demanda.

Assim, ele é bastante utilizado em empresas que possuem filiais e precisam lidar com essa rede logística ou também em períodos de sazonalidade;

2. Estoque de canal

Como o nome diz, esse tipo de estoque está relacionado a canais intermediários entre a fábrica e o local de venda.

Portanto, precisa haver um planejamento de distribuição entre os transportadores e cada centro de distribuição

3. Estoque de antecipação

Esse tipo de estoque está bastante presente no ramo alimentício.

Isso porque, possui sazonalidades bastante esperadas ao longo do ano como são as datas comemorativas, como Natal, por exemplo.

Logo, pode-se prever uma variabilidade na demanda com maior segurança, consequentemente, pode-se implementar um estoque de antecipação.

4. Estoque de proteção

Como podemos entender pelo nome, esse tipo de estoque serve para garantir a proteção diante de falta de produtos seja por problemas internos ou externos.

Além disso, também. pode ser utilizado para cobrir uma variabilidade na demanda não esperada. Com isso, é possível garantir uma boa entrega para os clientes evitando a perda de clientes ou quebras de expectativas

Portanto, essas são algumas estratégias disponíveis para que seja possível gerenciar os estoques diante de diversas situações. Logo, com uma boa gestão e previsibilidade, podemos aumentar a produtividade e, consequentemente, o lucro da empresa.

Para realizar um diagnóstico gratuito do seu negócio e entender como pode melhorar sua gestão, fale conosco.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.