West Guys – Como reduziram custos com gestão de estoque

Case de sucesso de gestão de estoque
Oeste gás – Indústria de gases e revendedora de EPIs
Tempo de leitura: 3 minutos

Necessidades

A princípio, o projeto de gestão de estoques West Guys Stock foi uma consultoria prestada a distribuidora de gases e revendedora de EPIs e equipamentos de solda, Oeste Gás. Na qual, fica localizada em Pirituba – São Paulo/SP. A empresa tinha grandes dificuldades na gestão de estoque e sofria com a falta do estoque muitas vezes pois não sabiam quando realizar sua reposição. Por esses motivos, a distribuidora entrou em contato com a Líder Júnior para desenvolver uma solução para seus problemas.

Leia também sobre como o Oeste Gás atraiu mais clientes com um Layout!

Solução

Portanto, para solucionar as dores apresentadas pela a empresa, a solução foi desenvolvida em Microsoft Office Excel. Uma ferramenta de gestão de estoque personalizada e específica para a empresa. Dessa forma, é possível registrar as entradas e saídas dos produtos nos processos produtivos. Bem como, informar quando e quanto comprar determinado produto além de fornecer análises visuais e úteis para o cliente embasar suas decisões e ser uma das praticas para reduzir os custos nas empresas.

Para isso, o projeto seguiu as seguintes etapas.

Gestão de estoque: Coleta e Tratamento de Dados

Primeiramente, foi levantado o mix de produtos da distribuidora juntamente com seu histórico de vendas e estoque atual. Para poderem ser tratados e analisados para as próximas etapas. Logo, a empresa trabalha com um software de vendas onde tem registrado todas essas informações, o que facilitou seu tratamento e uso para a gestão dos estoqyes.

Além dos dados fornecidos pelo software, o cliente passou informações sobre seus fornecedores. Mais especificamente seu tempo de entrega, pois dependendo deste, a gestão de estoque do negócio pode variar.

Gestão de estoque: Estudo da Demanda

Como para uma gestão de estoque mais assertiva, foi estudado a demanda do negócio de acordo com categorias de produtos e gases vendidos. Em que, foi possível extrair sua demanda média e desvio padrão, ou seja, o erro para mais ou menos da demanda;

Gestão de estoque: Definição do Modelo de Reposição

Sobretudo, ao analisar os produtos e sua demanda, foi definido o uso do estoque de segurança e ponto de ressuprimento. Assim como, modelo de reposição, para sanar as necessidades da falta de produto a pronto estoque. E desconhecimento de quando realizar um novo pedido de determinado produto;

Gestão de estoque: Elaboração da Ferramenta

Assim sendo, para oferecer algo visual e prático, foi desenvolvida uma planilha onde o cliente podia cadastrar produtos, fornecedores e funcionários e registrar entradas e saídas dos seus produtos.

Com isso, ao cadastrar um produto, o cliente deveria informar principalmente sua categoria de demanda e fornecedor, pois esses dados são usados para o cálculo do Estoque de Segurança e Ponto de Ressuprimento, que indicam o estado do estoque atualmente e quando ele deve ser reposto.

Afinal, também foi elaborado o tutorial em vídeo para manter o conhecimento na empresa se porventura surgir dúvidas ou a entrada de novos funcionários sem o conhecimento dos processos produtivos.

Resultados e benefícios da gestão de estoque

Hoje, a empresa:

  • Sabe a quantidade de estoque necessária para atender sua demanda;
  • Possui base para realizar pedidos de reposição aos seus fornecedores;
  • E por consequência, menor custo com estoque desnecessário de alguns produtos;
  • Possui uma ferramenta de controle específica que proporciona análises rápidas e visuais. Como por exemplo, quais produtos estão com estoque em alerta, quanto % do seu estoque está confortável e até mesmo o valor do seu estoque atualmente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.